terça-feira, novembro 28, 2006

Menina e Meu Preto

(Bê, Giu e John)

Meu preto lhe deu um presente, amarrado por notas em sol
assinando assim confidente, seu amor sustenido e bemol
Menina não vá esquecer o presente assim de repente
coitado do preto, que chora e não faz mais canção, nenhuma
Menina dos olhos ardentes, que repuxam a mente da gente
e amendoam o meu coração

Menina acha que é brincadeira, pensa que o preto não quer tocar
explica fazendo zoeira, e esconde o lamento a cantar
Meu preto não fique doente, aguente a teima
menina que esconde o balanço que vem junto do violão, mas não
Não diga que isso é besteira, que você não samba,
alucina o pandeiro e sai pela roda a dançar

Meu preto menina te encanta, sem teus olhos não sabe tocar
Menina cabreira não engana, sem meu preto não pode dançar
E depois quando o samba acabar, não me finja menina morena
pois teu preto você vai levar, pra lá
Então me dá o seu breve silêncio, de novo sacode
dá a volta por cima e arranja outro nego pra gente brincar

6 Comments:

Anonymous Anônimo said...

mtu bom! =)

trio genial! noite inspirada!

SAKE

23:59  
Anonymous diovvani said...

Menina, isso dá samba! AbraçoDasMinasGerais.

17:57  
Blogger Giu Jorge said...

lindo... perfeito...
esse é o som q vem do meu preto.
ele continua a tocar!
E isso é mto bom!

Bjos, garota
Giu.

20:50  
Anonymous mari said...

be!
o blog vai voltar, aí eu dei uma arrumadinha e finalmente coloquei seu link lá. =)

você escreve coisas muito legais, universais, sabe?, como o último. e esse texto aqui tem muito a cara dos 3 autores. rsrsrs

beijinhos

22:44  
Anonymous Fashion said...

nao precisa de mais nada! só a letra já tem uma melodia deliciosa! muitas saudades de vc!
muitos beijos mineiros!

20:33  
Blogger Stephanie said...

Muito bom!

você conseguiu um ritmo tão bonito aqui!

beijos

10:18  

Postar um comentário

<< Home