sábado, fevereiro 03, 2007

Manhã

O amarelo vem trazer manhã
E o sol que faz o azul, manhã
Abre os teus braços coloridos
E diz que a escuridão já foi
E se a noite que vem assusta... Manhã
Vem, estabelecer que o dia deve nascer
Apesar de toda a escuridão, não
Caminho que se faz a pé
O bonde deixa lá na serra
Diz o teu nome em meu ouvido
Palavras colhidas tal flor
E se então é o amor que assusta... Manhã
Vem, estabelcer que o dia deve nascer
Apesar de toda a escuridão, não
Quando cantávamos de cor
As músicas que já não posso ouvir mais
Eu cantava bem baixinho
Pra sua voz sobressair
E se me calo e fecho os olhos... É pra ouvir
Canta, que o desencanto segue a manhã
E o que era bom desvaneceu, lua nova
Vem, que o dia não vai além
Nos sonhos o que aconteceu, parece tarde
De manhã

9 Comments:

Blogger Brazil said...

Cela.
Gostei desse.
beijo

11:54  
Anonymous Aninha said...

Quero ouviiir!

Eita, que essa fase é difícil. Mas amanhece, né. A gente bem sabe. Tem jeito não...

Beijos, querida. Saudades!

11:59  
Anonymous Anônimo said...

Vim novamente conferir o seu blog..rs
Boa semana pra vc

09:23  
Anonymous Anônimo said...

Ops,
Vim novamente conferir o seu blog..rs
Boa semana pra vc

Beijos


http://birrentinha.zip.net

09:24  
Blogger diovvani mendonça said...

Dessas observâncias de noite e manhã - nascem poemas, não é? MontanhosoAbraçoDasMinas.

13:16  
Blogger Ariane said...

olá marcela!

seja sempre bem vinda ao meu cantinho...

adorei o seu, linda poesia..

beijo

19:22  
Blogger binho_fsantos said...

OI MARCELA, OBRIGADO PELO COMENTÁRIO QUE VC FEZ NO MEU BLOG... ACABEI DE CONHECER O SEU E JÁ GOSTEI...
QUE BELOS POEMAS! PARABÉNS.

02:58  
Blogger ALF O Extasiado said...

Sensível poema. Lindo demais.
Isso aqui reluz nossa alma.

beijos
:)

11:42  
Blogger diovvani mendonça said...

Carnaval brincante pra você, viu?

12:15  

Postar um comentário

<< Home