segunda-feira, junho 25, 2007

Palavras Repetidas

Quando tiver tempo de dizer tudo que sinto, direi que te amo.

Quando tiver tempo de pensar tudo que sinto, ao invés de dizer, te amarei.

Quando tiver que dizer tudo que sinto, ao mesmo tempo, pensarei que te amo.

Quando tiver que pensar tudo que sinto, direi que te amo, a tempo.

Quando tiver que te amar, direi tudo sem pensar, nem sinto o tempo.

Te amar sem ter que dizer, sem pensar no tempo, não importa quando, mas tudo que sinto.

7 Comments:

Anonymous Bruno said...

Que coisa bonita, marcela. adorei.
tive sorte de entrar e você ter atualizado, e ainda ser o primeiro a comentar.
fazia tempo que não vinha aqui, mas sempre virei.

beijos!

22:25  
Blogger ALF O Extasiado said...

um belo amar... de infinito prazer.

Lindo texto Marcela.

Doce e sereno.

:)

beijos

19:41  
Anonymous Aninha said...

Ui, ui, ui...
Tô precisando de um desses. Tempo, tempo, tempo. Cada coisa na sua hora, né!?

beijooos

12:56  
Anonymous Fashion said...

nossa, deu um nó na minha cabeça.. acho que nao era pra pensar muito..!!
já estava sentindo falta dos seus textos!
beijos!

23:54  
Blogger Babi said...

Nao pense.

15:37  
Blogger Clóvis said...

Pois disse.




Interessante o blog.
:)

16:53  
Blogger Vicente Siqueira said...

Hummmmmmmmm!!!!!
Essa eu assinaria sem pestanejar!
Bonita pra caramba!
E olha que são apenas "Palavras Repetidas", hein?
Muito boa, Marcela.
Você é dez, Moça.
Doces procê.

Vicente Siqueira

08:23  

Postar um comentário

<< Home